Igreja Presbiteriana Independente de Vila Carrão
 Home   Institucional   Atividades   Reflexões   Estudos   Aniversários   Infantil   Fotos   Links
 


O Sapo e o Vaga-lume

Era uma vez um sapo barrigudo que coaxava no pântano, quando viu resplandecer, no ponto mais alto de uma rocha um vaga-lume. Pensou que nenhum ser tinha o direito de revelar as suas próprias qualidades. Mortificado pela impotência, saltou até o local onde estava o vaga-lume, e o cobriu com o seu ventre gelado.
O inocente vaga-lume timidamente perguntou-lhe:
- Por que me cobres?
E o sapo congestionado pela inveja, de forma arrogante respondeu-lhe:
- Por que brilhas.