Igreja Presbiteriana Independente de Vila Carrão
 Home   Institucional   Atividades   Reflexões   Estudos   Aniversários   Infantil   Fotos   Links
 


Você é importante

Uma professora de Nova York decidiu homenagear seus alunos do último ano do colegial, dizendo a cada um deles a sua importância.
Usando um processo desenvolvido por Helice Bridges, de Del Mar, Califórnia, ela chamou todos os alunos em frente à classe, um de cada vez.
Primeiro, disse a eles como eram importantes para ela e para a classe.
Então presenteou cada um deles com um laço azul com uma frase impressa em letras douradas: "Eu sou importante."
Depois, a professora resolveu desenvolver um trabalho com a classe para ver que tipo de impacto o reconhecimento teria sobre uma comunidade. Deu a cada aluno mais três laços e os instruiu para que saíssem e disseminassem a cerimônia de reconhecimento.
Em seguida, eles deveriam acompanhar os resultados, ver quem homenageara quem e relatar à classe dentro de cerca de uma semana.
Um dos garotos foi até um executivo júnior de uma empresa próxima e o condecorou por ajudá-lo no planejamento de sua carreira.
Deu-lhe um laço azul e prendeu-o em sua camisa. Então, deu-lhe dois outros laços, e disse:
Estamos fazendo um trabalho para a escola sobre reconhecimento, e gostaríamos que você procurasse alguém para homenagear, que o presenteasse com um laço azul, e que então lhe desse o outro laço para ela homenagear uma terceira pessoa, disseminando esta cerimônia de reconhecimento.
Em seguida, por favor, procure-me novamente e conte-me o que aconteceu.
Mais tarde naquele dia, o executivo júnior procurou seu chefe, que, por falar nisso, era tido até então como um cara rabugento.
Pediu ao chefe que se sentasse e lhe disse que o admirava profundamente por ser um gênio criativo.
O chefe pareceu muito surpreso. O executivo júnior perguntou-lhe se ele aceitaria o laço azul como presente e se permitiria que ele o colocasse.
Seu chefe, surpreso, disse:
- Bem, certamente.
O executivo júnior pegou o laço azul e colocou-o no paletó do chefe bem acima do coração. Ao dar ao chefe o último laço, disse:
- O senhor me faria um favor? Receberia este outro laço e o passaria adiante homenageando outra pessoa? O garoto que me deu os laços está fazendo um trabalho para a escola e queremos que esta cerimônia de reconhecimento prossiga, para descobrir como ela influencia as pessoas.
Naquela noite, ao chegar em casa, o chefe procurou seu filho de quatorze anos e pediu que sentasse. Ele disse:
- Hoje me aconteceu a coisa mais incrível. Estava em meu escritório e um dos executivos juniores entrou, disse que me admirava e me deu este laço azul por me considerar um gênio criativo. Então ele prendeu este laço azul que diz "Eu sou importante" no meu paletó, bem sobre meu coração.
Deu-me um outro laço e pediu-me que homenageasse uma outra pessoa. Esta noite, voltando para casa, comecei a pensar em quem homenagearia com este laço e pensei em você. Quero homenagear você. Meus dias são muito tumultuados e, quando chego em casa, não lhe dou muita atenção. Algumas vezes grito com você por não tirar boas notas na escola e por seu quarto estar uma bagunça, mas, de qualquer forma, esta noite eu gostaria apenas de me sentar aqui e, bem, dizer-lhe que você é importante para mim.
Além de sua mãe, você é a pessoa mais importante em minha vida.
Você é um grande garoto e eu amo você.
O sobressaltado garoto começou a soluçar, e não conseguia parar de chorar.
Todo o seu corpo tremia. Ele olhou para o pai e disse através das lágrimas:
- Papai, eu planejava cometer o suicídio amanhã, porque achava que você não me amava. Agora, não preciso mais.

Trecho extraído do livro CANJA DE GALINHA PARA A ALMA, escrito e compilado por Jack Canfield & Mark Victor Hansen.